segunda-feira, 11 de julho de 2011

3

esta é a terceira tela que fiz, estou gostando cada vez mais desta arte...


clique na imagem para ampliá-la e visualizá-la em alta resolução

terça-feira, 21 de junho de 2011

2.1

Este é o resultado da segunda "tela" que fiz, criada num sábado artístico ao lado dos amigos Bruno Badain e Gabriel Munhoz, que tb estavam se expressando com tintas no papel...

 
mão e foto de Gabriel Munhoz








Seria uma Nebulosa?.....

quarta-feira, 11 de maio de 2011

2.0

Nova fase galera!
como sempre a criação tende-me a vir em ciclos, numa órbita elíptica acentuada que se aproxima e se distancia do Sol. As vezes os giros são rápidos mas seguros, outras dão ânsia, causam medos e calafrios, mas há ciclos que são lentos e monótonos, outros lentos tb mas tempestuosos, cheios de impactos que parecem serem eternos... Muitas combinações e todas elas vêm de algo além da física espaço-temporal, o que não convém prolongar aqui pq esse não é o foco....hahahaha.... sei que vcs entendem o que digo...
mas acabando com o lero-lero, resolvi deixar de lado o paint e comecei a usar o material de pintura em tela que tenho aqui e eis o primeiro resultado da brincadeira:


espero criar mais pq no momento da criação é como se realmente o tempo e o espaço não existissem, é atingir o que se pode chamar de infinito e eterno, uma forma de se conhecer, ou não...

segunda-feira, 19 de abril de 2010

Alcance


as ex-PrEssÕES se aproximam do "Real"?

Real?!

sexta-feira, 12 de março de 2010

Plasmação



Um dos principais objetivos desta "brincadeira" é que um dia pudesse ultrapassar as barreiras virtuais, e se materializar em diferentes formas de arte.

O 1° passo foi dado em 2007, quando eu ia produzir meu primeiro MosAico. Escolhi uma das obras paint'anas e este é o resultado.

domingo, 31 de janeiro de 2010

Uma lembrança...

ou talvez um olhar no futuro, não sei bem, mas habita em "algum" tempo em mim...


quarta-feira, 13 de janeiro de 2010

Erupção de Ideias

Nesta primeira exposição eu publico o resultado de um desses momentos em que o mundo interno tenta se encontrar, afetado pelo externo, ao som de "The Planets" de Gustav Holst e após assistir "Basquiat", regado à suco de Caju (isso mesmo sem uma gota de álcool).
Sejam bem loucos!!!
Valeu